Cooperativismo no campo: conheça 4 vantagens para o produtor rural

Assunto foi tema da primeira caravana Família Nação Agro no dia 18 de fevereiro, em Guaratinguetá. 

Atender a demandas elevadas de quantidade e variedade é um dos maiores desafios encarados pelo pequeno produtor rural para comercializar à indústria, varejo e até mesmo junto ao governo. Porém, para aproximar o agricultor familiar dos grandes mercados, o cooperativismo surge como oportunidade de desenvolvimento.

Para auxiliar o homem do campo a entender como funciona o cooperativismo e quais as suas vantagens, a primeira caravana da 3ª temporada do Família Nação Agro apresentou neste dia  18 de fevereiro, uma palestra sobre o assunto, ministrada pelo consultor do Sebrae-SP, Guilherme Campos.

O que é cooperativismo

Cooperativismo é qualquer iniciativa formal ou informal, que reúna um grupo de pessoas ou empresas, com o principal objetivo de superar dificuldades e gerar benefícios comuns: econômicos, sociais e políticos.

Segundo o artigo 3º Lei 5764/71, “celebram contrato de sociedade cooperativa, as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir com bens ou serviços para o exercício de uma atividade econômica, de proveito comum, sem objetivo de lucro”.

Como funciona

A função do cooperativismo é promover o desenvolvimento econômico, social e profissional dos cooperados e colaboradores, assim como atender às expectativas dos consumidores ao estabelecer parâmetros para garantir a excelência de produtos e serviços. Dessa maneira, o cooperativismo atua para o fortalecimento do setor de produção, à medida que conduz os produtores a trabalhar de forma competitiva a nível de mercado.

Benefícios

Além de tudo isso, de acordo com o especialista do Sebrae, o cooperativismo tem como principais vantagens a troca de Informações, ações coletivas de marketing, equipamentos coletivos e acesso a crédito (cooperativas de crédito).

Por: Henrique Oliveira

Fonte: https://www.nacaoagro.com.br/noticias/cooperativismo-no-campo-conheca-4-vantagens-para-o-produtor-rural/

Compartilhe:

Mais Notícias

Rolar para cima